domingo, 9 de outubro de 2011

O furto (capítulo I )

A pequena cidade conhecia a alegria
De Maria Isabel menina prendada
Filha única do farmacêutico Jonas
Passou toda a adolescência esperando
Um amor, puro, verdadeiro e duradouro
Uma grande festa para a sociedade local
Foi dada para comemorar seus dezoito anos
E nesta festa compareceram
Vários rapazes amigos de infância
E que sempre cortejaram a menina
Um dos amigos trouxe um primo Aldo
Vindo da capital estudante de medicina
Chegou à cidade um dia antes da festa
Passaria três semanas de férias
Maria Isabel dançou com todos os amigos
E por último o novo amigo visitante
Em três minutos de dança conversaram
E um encontro na sorveteria da praça
Foi marcado para domingo à tarde
A espera foi longa por toda a manhã
O encontro tímido num sorriso
A conversa girou na curiosidade dos dois
Sobre a vida e os gostos de cada um
Ele falou um pouco mais que ela
Viver numa pequena cidade como aquela
Onde poucas coisas se passam despercebidas

Um comentário:

Nocheluz disse...

Hummm que suspense e vontade de continuar lendo...esperando pelo segundo capítulo. Muito bom, Naves!

Postar um comentário