sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Poeminha Bossa Nova





O samba que toca
A rasteirinha que passa
A areia, o chope
São cangas, toalhas
Bronzeadores, protetores
O mar, o sol
A morena, a loira
A pele, o fio dental
O frescobol, é a paquera
É o pega, é o fica
É o por do sol

Um comentário:

Silencio disse...

Nossa, vou colocar aí meu violao para acompanhar toda essa beleza carioca. Muito bom! Saudades, Luz.

Postar um comentário